6 motivos comprovados da importância de ter um site para as empresas

Você já se perguntou por que muitas pessoas estão ansiosas para aprender sobre como criar um site? Provavelmente, a necessidade de presença on-line e os seus GRANDES benefícios é um dos motivos para aprender a criar um site e aplicá-lo em um propósito específico.

O mundo digital está cada vez mais forte e presente na vida de todos! E as empresas ou profissionais liberais que ficarem de fora dessa nova onda que veio para ficar, provavelmente vão perder muita venda e conhecimento da marca.

30% dos consumidores não valorizam um negócio sem um site

Seu site é seu ativo de marketing número UM, porque vivemos na era digital.

Os americanos gastam em média 23,6 horas on-line por semana e estão em seus dispositivos móveis por até cinco horas por dia.

Até agora, os consumidores esperam que as empresas tenham presença on-line (incluindo um site) e consideram uma empresa que NÃO possui um site como uma empresa menos profissional.

As pessoas estão procurando TUDO por internet

93% dos consumidores ficam on-line para encontrar uma empresa local.

Um dos benefícios de ter um site para pequenas empresas é estar onde seus consumidores estão. Há uma razão pela qual muitas empresas investem em um site com otimização de mecanismo de busca (SEO): 97% das pessoas acessam on-line para encontrar uma empresa local e 93% das experiências online começam com uma busca em sites como o Google principalmente.

Acredite ou não, existem 3,5 bilhões de pesquisas no Google por dia e, neste exato momento, há alguém na sua área on-line procurando pelo seu serviço exato.

Adivinha quem está conseguindo vender mais os mesmos produtos que você vende? Com certeza aquelas empresas que possuem um site bem elaborado e que estão aparecendo na primeira página do Google!

A maioria dos consumidores usa a internet para encontrar e se relacionar com as empresas

Sim. De acordo com o relatório de abril de 2017 da LSA (Local Search Association), “The Digital Consumer Study”, 63% dos consumidores usam principalmente o site de uma empresa para encontrar e se envolver com ela.

Essa é uma grande parcela de consumidores. Combine isso com o fato de 93% das experiências on-line começarem com um mecanismo de pesquisa.

Outro motivo atraente para demonstrar que a sua empresa precisar de um site?

Uma pesquisa da YellowPages e da LSA constatou que, em média, os consumidores usam aproximadamente três fontes antes de tomar uma decisão de compra individual, e 30% deles desconsideram imediatamente aqueles negócios que não possuem um site.

As decisões de compra são influenciadas pelo conteúdo do site da empresa

Um total de 75% dos compradores afirma que o conteúdo do site digital afeta significativamente sua decisão de compra e 62% afirmam que podem finalizar seus critérios de seleção de compra com base apenas no conteúdo digital de um site.

O comprador médio agora faz uma média de 12 pesquisas on-line antes de interagir com o site de uma empresa. Mesmo para empresas industriais e de manufatura – 67% das compras são influenciadas pelo mundo digital.

Além disso, metade dos clientes B2B de hoje também espera que o site de um fornecedor seja um canal útil e mais de um terço espera que o site seja o canal mais útil.

Os consumidores costumam julgar a credibilidade da empresa com base no seu site

você precisa de um site para sua empresa, porque 75% das pessoas julgaram a credibilidade de uma empresa com base no design do site

Não ter um site faz com que os consumidores confiem menos em você.

De fato, em 2018, 75% das pessoas admitem fazer julgamentos sobre a credibilidade de uma empresa com base no design do site.

As pessoas são mais propensas a fazer negócios com uma empresa em que confiam, e um site é o primeiro lugar para verificar credenciais, depoimentos de clientes e prêmios.

Cuidado, no entanto, se você tiver um design de site ruim, ele não ajudará em nada.

Você tem 10 segundos para deixar uma impressão nos visitantes do site e dizer a eles o que eles obterão com seu site e com o seu negócio! Após esse período (e muitas vezes antes), eles vão embora.

Portanto, você precisa não somente de um site, mas de um site com muito conteúdo, com uma boa apresentação visual e com uma experiência rápida e forte com o seu cliente!

Você quer aprender a montar o seu negócio na internet do absoluto zero e ter um site fantástico e com muito conteúdo? Então leia esse artigo completo – Fórmula Negócio Online

Anúncios

3 dicas para acompanhar seu site no Google

O acompanhamento do seu site no Google, é certamente algo muito importante. O Google mesmo, através de suas ferramentas, fornece formas de você efetuar esse acompanhamento, e sim, é de graça.

Mas porque o Google é assim tão “bonzinho”? O Google precisa de sites como o seu para com que seu sistema funcione, é analisando sites que sua tecnologia fica cada dia mais inteligente.

Inegavelmente o seu acompanhamento e análise também é importante, dessa forma, você consegue ver e acompanhar a trajetória do seu site dentro do buscador.

Ao pesquisar por algum termo ou palavra, no Google, você percebe que existem uma lista de resultados, e essa lista é formata por sites que falam sobre o conteúdo que você pesquisou.

O posicionamento de cada um desses sites da lista de resultado varia de acordo com uma grande lista de fatores que chama-se “Otimização de Sites“, que o Google mesmo disponibiliza um rico material sobre como otimizar seu site para ficar melhor posicionado nos resultados, confira aqui “Você precisa de SEO?

Para você acompanhar seu site, você pode utilizar inúmeras ferramentas, no entanto, existem ferramentas gratuitas e ferramentas pagas. Ou seja, isso vai variar do seu gosto e seu bolso

Vamos começar por ferramentas que o Google mesmo fornece.

1 Dica: Google Search Console

O Google Search Console é a principal ferramenta de acompanhamento da trajetória do seu site na internet.

Essa ferramenta faz um acompanhamento geral, desde os links, posicionamento de palavra chave, que seu site possui no Google, até mesmo a erros em páginas.

Como configurar o Search Console

Para que o Search Console funcione em seu site você precisa de duas coisas, a primeira é ter um cadastro na ferramenta. Você pode efetuar o cadastro acessando esse link https://www.google.com/webmasters/ se você tiver uma conta Gmail, poderá utiliza-la para facilitar, mas o Search Console pode ser utilizando com qualquer e-mail de cadastro.

A segunda coisa que você precisa é ter acesso ao código fonte do seu site para você inserir o código de verificação de propriedade fornecido pela ferramenta. Ou seja, com esse código você informa ao Google que é realmente o dono do site.

Encontrei um vídeo recente sobre como configurar essa ferramenta em seu site, para não estender muito esse assunto.

Dicas 2: Google Analytics

Semelhantemente com o Google Search Console, o Google Analytics também faz o acompanhamento do seu site, porém voltado aos seus visitantes.

Através do Google Analytics você fica sabendo quantas visitas possui seu site, de onde vieram as visitas, em quais páginas do seu site os visitantes estiveram, por quanto tempo eles permaneceram em cada página e muita mas coisas.

Como sempre o Google mesmo, através de tutoriais e dicas ensina você a lidar com suas ferramentas, incluindo o Google Analytics.

Para começar a entender melhor sobre essa ferramenta você pode acessar https://support.google.com/analytics/answer/1008015?hl=pt-BR

Neste link você terá uma ótima explicação vinda diretamente dos especialistas em Google Analytics da própria Google.

Você também encontrar a forma de vincular o Google Analytics ao seu site e ao Search Console.

Dica complementar

Quando você contratar um serviço de criação de sites, solicite a empresa ou ao profissional de criação de site integrem seu site bom o Google Analytics e com o Google Search Console, com todos os atributos, incluindo a vinculação do mapa do seu site, “Sitemap”.

No serviço de criação de sites em Itapema, cidade na qual atuamos, todos os sites desenvolvidos por nós já vem com ambas ferramentas ativas e prontas para serem utilizadas.

Encontramos mais um vídeo de qualidade e recente que ensina você a utilizar o Analytics passo a passo.

Dica 3: Ferramentas pagas

As ferramentas pagas, no entanto, são tão completas quando as do Google, porém são mais fáceis de utilizar, não precisam de conhecimento tão técnico para fazer um acompanhamento do seu site. Elas são intuitivas.

São ferramentas de investimento nunca pedidos, pois relatam absolutamente tudo sobre seu site, além do que já foi citado acima, relatam por exemplo os Backlinks do seu site.

O que são backlinks

Backlinks são os links que apontam para seu site, ou seja, outros sites que em meio ao seu conteúdo estão falando e mostrando para o usuário o seu site.

Exemplo: Aqui nessa publicação que estamos escrevendo, se eu, editor, colocar um link para o seu site, você ganha um backlink, pois tem um site que não é o seu, falando sobre o seu.

Para o Google backlinks dão autoridades ao seu site, principalmente vindo de sites conceituados ou com bastante autoridade.

Então, além de acompanhar o tráfego de visitantes no seu site, acompanhar as palavras chaves em que seu site está posicionado, ainda fazem o acompanhamento dos backlinks e inúmeras outras coisas.

Aqui vai algumas dessas ferramentas:

“Não importa” se você usa uma ferramenta grátis ou uma paga, importante é você efetuar o acompanhamento do seu site, afinal, é ele quem vai vender o seu produto ou serviço na internet.

Não deixe de utilizar as mídias sociais, levam uma fatia muito grande desse mercado digital.